Caminhando...
 
13
Jun 13

As nossas vidas, as nossas culturas, são compostas por muitas histórias sobrepostas. Chimamanda Adichie fala no perigo da história única

“(…) Quando rejeitamos uma única história, quando percebemos que nunca há apenas uma história sobre nenhum lugar, conquistamos um tipo de paraíso.”

publicado por Caminhando... às 23:25
24
Jan 13

Aqui fica uma história comovente e uma autêntica lição para nós, humanos, de uma cadela chamada Lilica.
(imagens retiradas da internet)

 

"Animais - eles são a medida da nossa paz com o mundo criado; eles são um dado de consolação porque não mudam para como quem tanto muda como nós, humanos."
Agustina Bessa-Luís
publicado por Caminhando... às 15:28
02
Dez 12

(imagem retirada da internet)


Que vivamos com o máximo de dedicação, colocando o melhor que somos no que fazemos. Aproveitemos o dia de hoje (e todos os que temos a sorte de viver) para abraçar, beijar, sentir, aproveitar, perdoar, ouvir, criar, dar, ser, crescer. Que esta caminhada seja percorrida da melhor, mais completa e enriquecedora maneira possível.


Nota: Votos de Feliz Natal e que 2013 traga esperança e serenidade.


05
Out 12

 

“Os silêncios são das maiores forças do crescimento psíquico. Representam tempos de pacificação, de resolução de conflitos, de reencontro, mas também são espaços de abertura, portas abertas à comunicação e ao preenchimento do que existe à nossa volta. Surpreendem. Marcam. Fazem adormecer, tanto quanto fazem sonhar.”

Pedro Strecht

publicado por Caminhando... às 23:04
09
Set 12


Descobrir, conhecer, saber, aprender, são bonitas e entusiasmantes fases, mas tudo começa pela primeira: a de não-saber. Gosto desta etapa inicial de ignorância e enfrentá-la é um estádio de enorme prazer.

Alegra-me ver o quanto ainda não sei, pela possibilidade de permanente descoberta, aprendizagem e busca pela compreensão do que nos envolve.

06
Ago 12

(imagem retirada da internet)

 

"Nós somos o que fazemos.

O que não se faz, não existe.

Portanto, só existimos nos dias que fazemos.
Nos dias em que não fazemos, apenas duramos."

 

Padre António Vieira

publicado por Caminhando... às 17:36
música: Era - Ameno
11
Jun 12

Para visualizar o video, carregar na opção "ver no youtube"

 

No seguimento do post anterior, partilho aqui este vídeo.

Maravilhosa e inspiradora a postura desta senhora perante a vida. A escolha da música não podia ser mais adequada e a resposta final é magnífica, daí que, aconselho o visionamento do vídeo até ao fim.

30
Mai 12

 (imagem retirada da internet)

 

Os diferentes estádios da vida que convencionalmente se consideravam infância, adolescência, juventude, idade adulta, meia-idade e idade da reforma, são hoje ideias feitas que perderam significado para esta nova geração: os sem idade. Vivem mantendo o leque de opções aberto, sem pressões para agir segundo os parâmetros estabelecidos. É uma espécie de saber envelhecer, sem ficar velho.

O mais recente exemplo veio de Hillary Clinton de 64 anos. A secretária de Estado norte-americana, foi fotografada a dançar salsa, sem maquilhagem, e a beber cerveja pelo gargalo da garrafa. As imagens tornaram-se virais pela descontração da protagonista, e correm repetidamente na internet.

"Estou na minha melhor fase", comentou a governante. "Uso o que me apetece, sem me preocupar com o aspeto. É coisa que deixou de ter a importância que tinha para mim." Para os especialistas, o desabafo condiz na perfeição com a pose assumida desta nova geração de seniores. "Ser ativo não é ser jovem, isso mantém o preconceito. Faz um envelhecimento ativo quem consegue fixar-se nos ganhos que tem ao longo da vida", observa Joaquina Madeira, insistindo que é preciso tornar este processo numa forma de otimizar a saúde, de estipular um objetivo, uma meta, uma razão para existir. "É ter um projeto de vida", resume, para depois falar no complemento deste Ano Europeu, que é também da Solidariedade entre Gerações. "Não haja dúvidas: não há envelhecimento ativo sem coesão social. As gerações não podem continuar a competir." Há dias, a tendência ganhou outro certificado de validade: estudos recentes avançam que envelhecer sem arrependimentos dá mais saúde. Segundo a investigação, publicada na prestigiada revista Science, o sentimento de perda e as lamentações por oportunidades desperdiçadas não são de todo benéficas, em idades mais avançadas.

 

Oiça-se Luna Andermatt, 86 anos, fundadora da Companhia Nacional de Bailado, que se juntou àquele grupo no final do ano passado. Pelas suas palavras, percebemos que o corpo nem sempre obedece à mente, mas o prazer de pisar o palco, esse, não tem dores, nem rugas, nem idade. "Não podemos dar muita confiança ao corpo", explica. "Não se pode ceder ao físico." Nem a vértebra que lhe saiu do sítio, num exercício de ioga, há meia dúzia de anos, a fez parar. "Por dentro não sinto a idade que tenho."

Ler artigo completo aqui

12
Mai 12

 

 

“Nunca é tarde demais para sermos o que poderíamos ter sido”

George Eliot

28
Abr 12

 

(imagem retirada da internet)

 

“A satisfação de vida não é algo que acontece. Não é o resultado da sorte ou do azar. Não é algo que se possa comprar com dinheiro ou com poder. Não parece depender tanto dos acontecimentos externos, mas sobretudo do modo como os interpretamos. A satisfação é uma condição vital que cada individuo deve preparar, cultivar e defender. Os indivíduos que sabem controlar e orientar a sua experiência interna são capazes de determinar a qualidade das suas vidas, isso é o mais próximo que podemos estar de uma autêntica satisfação de vida”

Czikszenmihalyi

 

“A autêntica satisfação de vida não só é possível, como se pode e deve cultivar, identificando e utilizando muitas das fortalezas e recursos que o individuo já possui: ao identificar e desenvolver o melhor de si, o indivíduo melhora sensivelmente a sua vida e a de quantos o rodeiam”

Seligman

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Online
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Visitas
Free Website Counters