Caminhando...
 
26
Jul 09

(imagem retirada da internet)

 

Como já referi no post do dia 16 Julho acerca da mãe mais velha do mundo, volto a referir que, não sou ninguém para julgar mas, há coisas que me fazem uma tremenda confusão e, por muito que ponha a minha cabecinha a carburar, não encontro respostas plausíveis para certas atitudes que nós, seres humanos, tomamos.

Neste caso, falo de pais (neste caso, somente um deles) que não assumem os filhos.

Existem casos em que, um dos pais assume e toma conta, educa e mima a criança, enquanto que, o outro progenitor foge totalmente às responsabilidades…

Compreendo que  ser Pai/Mãe não é de todo fácil pois, implica que se façam inúmeras escolhas entre elas, deixar de olhar numa só direcção. Implica acarretar com a enorme responsabilidade de criar e educar um ser humano frágil e indefeso que necessita de cuidado diário, grandes doses de paciência e devoção.

Tentando encontrar um adjectivo para esta atitude, só me ocorre, cobardia…

Como será possível que, à medida que os anos vão passando, saber que, temos um pedaço de nós no mundo que, muito possivelmente terá inúmeras parecenças connosco e, mesmo assim, não tentar mudar de atitude e, querer conhecer a criança…

É concerteza duro para as crianças nesta situação, terem no fundo, um espaço em branco num dos postos mais importantes da sua vida. Muito sinceramente, penso que, o mais importante nestes casos, que infelizmente não são raros, é dar o máximo valor possível ao Pai/Mãe que, mimou, criou, cuidou, sofreu, tudo em dose dupla.

Existem, e ainda bem, muitos/as Pais/Mães coragem que, embora passando por tremendas dificuldades e duplo trabalho, tudo fazem para que os filhos sejam seres humanos dignos e felizes!

Isso sim é o mais importante!

publicado por Caminhando... às 22:37
http://lourenco_olutador.blogs.sapo.pt/
amiga a 23 de Outubro de 2009 às 16:11
Sei bem o que é ser pai e mãe durante anos...mas felizmente os meus filhos há alguns anos têm o Pai do amor e do coração q o pai biológico nunca soube ser.

beijocas
anna
tangerina a 29 de Julho de 2009 às 17:22
Olá amiga Ana!
Fico muito contente pelos teus filhotes e por ti amiga pois, sei bem o que é viver sem um dos progenitores e ver uma mae a fazer, com muito esforço e dedicação os dois papeis...

Beijinho grande
beijinho grande
tangerina a 30 de Julho de 2009 às 16:30
Olá!

Não podia estar mais de acordo. Há pessoas que são somente os progenitores, e não passam disso, portanto, apelidá-los de pai ou mãe, a mim, parece ridiculo. Mas por mais que pensemos nisso, não vamos conseguir encontrar todas as respostas e razões que levam esses seres humanos a agir dessa forma.

Pai e Mãe é muito mais!

Beijinhos =)
Infinito e Mais Além a 28 de Julho de 2009 às 14:31
Olá!
É realemnte algo que não faz sentido... é uma atitude tão cobarde que enfim...

O crescimento é sem duvida mais equilibrado tendo ambos os progenitores presentes.

Beijinhos :)
... é preciso saber o que é ser pai ...infelizmente há quem não saiba o que isso é ...

beijinho
pingodemel a 28 de Julho de 2009 às 10:17
Olá!
Infelizmente...

Beijinhos
Imagino que seja dificil para a criança, sim. Mas pior será aqueles que as assumem e depois as tratam como um animal... Digo animal porque ás vezes vejo pais a tratar os filhos como se trata um cão. Com ordens que devem ser seguidas á risca e sem deixarem as crianças crescerem como crianças.
Na minha opinião se uma criança receber muito amor de algum dos pais é muito positivo e será suficiente para crescer como uma pessoa saudavel. Claro que existirá sempre uma falta, mas o amor tapa muitos buracos


BEijinho e boa semana
FilipeP a 27 de Julho de 2009 às 18:55
Olá Filipe!
Concordo com o que dizes mas, ambas as situações nao são agradaveis pois, por muito amor que se tenha, existe sempre a falta do outro progenitor e muito dificilmente será colmatada...

Beiijnhos e uma boa semana para ti tb :)
Ser mãe é a melhor dádiva que levamos desta vida... Fico muito triste por verificar que há mães que não sentem a maternidade como um dom e tratam mal ou menosprezam os filhos... Há tantas mulheres que gostariam de ser mães, ter um filho para lhe dedicar todo o amor que trazem no coração e, por alguma razão não os podem ter... outras, em contrapartida, tratam os seus com tanto desamor!! Não consigo entender certas leis da vida!!

Excelente post!!
Beijinhos
Cris a 27 de Julho de 2009 às 12:09
Olá amiga Cris!
Há pessoas que não nasceram mesmo para serem pais mas, nada lhes dá o direito de abandonar ou maltratar a criança.
Tal como já abaixo referi, só perde quem nao os acompanha convenientemente!

Beijinhos e fico muito contente por teres gostado :)
Há casos de pessoas que nunca desejaram ser pais e surgiram-lhe nos braços um bebé, custa lhes a crer que tenham de abdicar de tanta coisa por uma criança, acho que o 'eu' chama mais alto. Mas há ainda aqueles casos de crianças que foram esperadas, ou até mesmo que não foram, mas que assim que chegam ao mundo são acolhidas com o maior carinho e amor. Sabes? Há cada vez coisas mais divergentes neste mundo, e no caso dos pais, existem cada vez mais tipo de pais.
Beijinhos
Just_Smile a 27 de Julho de 2009 às 11:57
Olá Joana!
Exacto. Mas penso que, ao ter a criança e, imaginando que não há possibilidades fianceiras para a ter existem outras opçoes, muito melhores que o abandono.
Há pessoas que não nasceram para ser pais..

Beijinhos
Eu tive uma Mãe/Pai. Somos 6irmãos e a minha mãe criou-nos sozinhos...Infelizmente partiu cedo de mais e não viu na mulher que me tornei hoje..Fui para um colégio, o meu "pai" nunca quis saber de nós, nem mesmo quando a nossa mãe faleceu...Tinha eu 13anos...Aprendi desde cedo a viver com a ausencia dele...Hoje não consigo encara-lo nem falar para ele...Nunca esquecerei o que ele fez...Como nunca esquecerei a luta,coragem da minha mãe...:)
TE AMO MUITO...Esteja onde estiveres sei que estás a olhar por mim...Foste uma GRANDE MULHER...
UmPedacinhoDeMiM a 27 de Julho de 2009 às 10:32
Olá!
Há realmente atitudes que não se compreendem!

Beiijnho para ti e há concerteza uma estrela que está sempre contigo :)
Minha Doce Joana,

Quando se tem um filho, na minha opinião, deve ser muito desejado por ambos, daí que não consigo compreender que exista gentinha que descure as suas crias que deveriam ser sempre as suas devoções...e, não somente suas obrigações.

Beijinhos carinhosos e uma noite serena e linda
Margarida
MIGUXA a 27 de Julho de 2009 às 00:54
Olá querida amiga!
E mesmo que seja algo que não foi planeado, penso que é o dever de ambos os pais criarem a criança. Mas penso que não é dado devido valor ao prazer e dadiva que é ser Pai/Mae por muitos...

Beijinho muito grande
amiga,
isso também é das coisas que também me faz imensa confusão. Não troco a minha condição de mãe por nada neste mundo. Apesar de os ensinarmos também aprendemos tanto com eles. Só perde quem não acompanha

Beijinhos
Marta a 27 de Julho de 2009 às 00:20
Olá amiga!
E agora disseste tudo: Só perde quem não acompanha... :)

Beijinho grande
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
17
19
20
21
22
24
27
29
31
Online
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Visitas
Free Website Counters