Caminhando...
 
02
Set 09

(imagem retirada da internet)

 

"Tenho relações ou tenho ralações? Sim, não é para brincar com a palavra, é para examinar a qualidade das nossas relações. Se são humanas e construtivas, podem trazer sofrimento e cuidado, mas fazem crescer. Mas se as nossas relações são egoístas e enganadoras, então não só trazem ralações, como são elas próprias ralações, destruições mútuas e transmissíveis. Nós somos o que forem as nossas relações."


Vasco Pinto de Magalhães, in 'Não Há Soluções, Há Caminhos'

publicado por Caminhando... às 16:36
Acredito muito nessa frase, e acredito que devemos sempre fazer um balanço das nossas relações, das que valem ou não a pena, das que nos fazem ser melhores e das que nos fazem ser piores e devemos deixar cairassegundas para poder segurar melhor nas primeiras.
sara maria a 5 de Setembro de 2009 às 22:38
Olá Sara!
Gosto sempre da interpretação que fazes dos textos que publico!

Concordo contigo! Há que saber seleccionar, de modo a que possamos canalizar mais esforços para as relações, de modo a que as valorizemos e aproveitemos ao máximo!

Beijinhos!
Fica bem
Caminhando... a 6 de Setembro de 2009 às 14:44
Minha doce Joana,

Passei para te desejar um óptimo fim de semana e não te esqueças se passares pelo meu espaço "Prémios & Lembranças" tens mais dois miminhos para ti.

Beijinhos carinhosos
Margarida
MIGUXA a 5 de Setembro de 2009 às 16:42
Olá amiga Margarida!
Muito obrigada pelos teus votos e pelos mimos!

Um bom domingo e um beijinho terno

Caminhando... a 6 de Setembro de 2009 às 14:42
Gostei deste « relações ou ralações ». De facto alguns relacionamentos trazem só ralações. Sabes que quando somos novos, apanhamos muitas ralações; com o passar dos tempos vamos aprendendo e começamos a seleccionar mais.Hoje eu tenho mais relações do que ralações, porque comecei a fazer distinção entre amigos e conhecidos. Não digo fácilmente... aquele é meu amigo...; digo.., aquele é um conhecido meu...; considero amigos só aqueles que , sei, nunca me causarão ralação e só esses eu procuro para tomar um café e dar dois dedinhos de conversa; não chamo um conhecido..; para quê? Para me ralar? Não vale a pena.., melhor ficar em casa a ler um livro. Se quero falar, ligo a um amigo e fico horas no café a conversar..., não me ralei.., me relacionei. Obrigada, amiga. Que bom que te conheci e hoje tenho uma optima relação com uma jovem espectacular. Muitos beijinhos e um bom fim de semana

Emília
comecardenovopt.blogspot.com a 4 de Setembro de 2009 às 23:50
Olá amiga Emilia!
Isso mesmo!
Há que também saber seleccionar pois, tendo uma relação há que investir e valorizar ao maximo.
As ralaçoes também são muito importantes para que cresçamos e saibamos depois dar mais valor às relaçoes que temos!
E amigo tal como dizes, não causa ralação nenhuma!
Mais um comentário para te agradecer as palavras que me deixaram enternecida! Não me leves a mal mas, tive que me ausentar daqui há pouco e, validei o comentário, ainda incompleto!

És uma querida amiga Emilia! Fico mesmo contente por te ter comigo :)

Beijinho grande e um feliz domingo!
Caminhando... a 6 de Setembro de 2009 às 15:01

Olá Joana
Tal como prometido cá estou e estou a sentir-me muito bem. Comecei agora a explorar o teu blog e estou a gostar muito.
Também adoro o Vasco Pinto Magalhaes, em particular este livro. Quanto às relações é mesmo na relação com o outro que o homem se torna humano. A nossa construção só pode ser feita nas trocas que estabelecemos entre nós: Mesmo com "ralações" à mistura.Creio que todas as relações são uma oportunidade de aprendizagem. Nessa aprendizagem acabamos por nos transformar nas relações que temos, aquelas que nos enriquecem verdadeiramente.
Um abraço
descobrirafelicidade a 4 de Setembro de 2009 às 20:25
Olá Teresa!
Antes de mais, bem vinda a este meu espaço!
Fico muito contente por ter gostado e ainda mais por te sentires aqui bem :)

Concordo sem duvida com o que aqui escreves: O importante é mesmo ir, ao longo do tempo aprendendo tanto com as ralaçoes, como com as relaçoes de modo a que, possamos cada vez aproveitar mais e valorizar as relaçoes que temos!
Tal como dizes: "É mesmo na relação com o outro que o homem se torna humano."

Um abraço e umbom domingo!
Caminhando... a 6 de Setembro de 2009 às 14:36
Oi Joana
´´E mesmo, as relaç~oes sejam de amor ou amizade, trazem sempre RALAÇ~OES...e dai´o podemos contornar e nunca acabar..viv^e-las o melhor, e´ a unica soluç~ao,. h´a as que se podem acabar e acaba o mal estar, outras h´a que temos mesmo de viv^e-las, por isso amiga, s~ao exactamente o fruto da nossa vida.
At´´e breve
Herminia
comunicadoras a 4 de Setembro de 2009 às 12:11
Olá amiga Herminia!

Exctamente! E muitas das ralaçoes que temos fazem-nos crescer, há que saber aprender com elas, e ter cada vez melhores relações! Valorizando e respeitando cada vez mais as pessoas com as quais nos relacionamos.

Beijinhos
Caminhando... a 6 de Setembro de 2009 às 14:32
olá joana

a vida é feita de relações e as relações valem a pena já as ralações nem por isso ;)

beijinho e bom fim de semana
pingodemel a 4 de Setembro de 2009 às 12:08
Olá Joana :)

Isso mesmo! As ralações não fazem realmente falta nenhuma!

Beijinhos e um bom domingo!
Caminhando... a 6 de Setembro de 2009 às 14:30
Joana, este simples parágrafo dava muito que escrever. Nós somos o que a vida fizer de nós, mas principalmente o que escolhemos ser através das nossas decisões e das pessoas que escolhemos para nos relacionar... Eu penso que devemos viver as verdadeiras relações, com valores bons e nobres e nos afastar e esquecer as ralações, que só nos farão sofrer...
Bjns
cuidandodemim a 3 de Setembro de 2009 às 15:05
Olá!
Concordo sem duvida contigo!
Há que aproveitar e valorizar as relaçoes que temos, sendo que, a base destas deve ser principalmente o respeito e o dialogo!

Beijinhos
Caminhando... a 6 de Setembro de 2009 às 14:29
«Diz-me com quem e como te relacionas e dir-te-ei quem és...» O ditado aplica-se!!

Beijinhos
Cris a 2 de Setembro de 2009 às 23:19
Olá Cris!
Sabes, quando li este pensamento pensei logo nesse ditado popular ;)

Beijinhos

Caminhando... a 6 de Setembro de 2009 às 14:27
Comentar uma relação não é de todo fácil para mim.
Acho que uma relação só se pode medir de um modo. A quantidade de felicidade que trás para a nossa vida.
Existem tantas pessoas com relações complicadas, mas em que são felizes e outras que por outro lado têm relações em que se poderiam sentir princesas, mas são infelizes. Como somos todos diferentes, cada um de nós procura e sente a felicidade de maneira diferente.
O que importa no fim mesmo é a felicidade. Só mesmo ela

Beijinho
FilipeP a 2 de Setembro de 2009 às 22:36
Olá amigo Filipe!
Exctamente! Cada um é que tem de sentir até que ponto uma relação, é afinal uma ralação ou vice versa. Cada pessoa sente e pensar de determinada forma!

Beijinhos e o habitual sorriso
Fica bem
bem grande para ti também
FilipeP a 6 de Setembro de 2009 às 14:53
Vasco Pinto de Magalhães é meu escritor de cabeceira. Estamos todos em sintonia.
Muito gira a vida.
Boa escolha!
Marta M a 2 de Setembro de 2009 às 22:34
Olá Marta!
Tal como já to disse, ao pesquisar na internet, encontrei alguns textos e pensamentos deste senhor, os quais gostei bastante! Gosto da sua maneira de pensar! Sobretudo faz-me sentido, e faz-me reflectir!

Fico contente por teres gostado!

Beiijnhos
Caminhando... a 6 de Setembro de 2009 às 14:23
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
14
15
17
18
19
21
22
25
26
27
28
29
Online
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Visitas
Free Website Counters