Caminhando...
 
01
Jan 10

(imagem retirada da internet)

 

      Hoje existem edifícios mais altos e estradas mais largas, porém temperamentos pequenos e pontos de vista mais estreitos;

·      Gostamos mais, porém desfrutamos menos;

·      Temos casas maiores, porém famílias menores;

·      Temos mais compromissos, porém menos tempo;

·      Temos mais conhecimentos, porém menos discernimento;

·      Temos mais remédios, porém menos saúde;

·      Multiplicamos os nossos bens, porém reduzimos os nossos valores humanos;

·      Falamos muito, amamos pouco e odiamos mais;

·      Chegámos à Lua, porém temos problemas em atravessar a rua e conhecer o nosso vizinho;

·      Conquistamos o espaço exterior, porém não o interior;

·      Temos dinheiro, porém menos moral…

·      É tempo de mais liberdade, porém de menos alegrias…

·      Tempo de mais comida, porém menos vitaminas…

 

Por tudo isto, proponho que de hoje e para sempre não deixemos nada para uma ocasião especial, porque cada dia que vivemos é por si só uma ocasião especial.

 

·      Leia-a mais, sente-se na varanda e admire a paisagem sem se importar com as tempestades;

·      Passe mais tempo com a família e amigos, coma a sua comida favorita, visite os lugares que mais gosta;

 

As frases: “Um destes dias”; “Algum dia”, elimine-as do seu vocabulário e escreva aquela carta que pensava escrever: “Um destes dias”.

 

A vida é uma sucessão de momentos para serem desfrutados, não apenas para sobreviver. 

Não adie nada daquilo que somaria à sua vida sorrisos e alegria!"

 

Texto recebido por email

 

 (by marc)

 (imagem retirada da internet)

publicado por Caminhando... às 21:34
Minha doce Joana,

Como é importante valorizar os sentimentos, as pessoas que nos rodeiam, os momentos bons que por mais curtos que sejam valem durante uma vida...

Aproveita a essência, evita o material...

Beijos doces
Margarida
MIGUXA a 5 de Janeiro de 2010 às 17:31
Olá querida Margarida!

São mesmo os sentimentos, as pessoas que nos rodeiam, e os momentos com elas passados que são realmente importantes.

Um beijo carinhoso para ti!
Caminhando... a 5 de Janeiro de 2010 às 21:05
Sempre me irritaram respostas "Mais ou menos" ou "Quem sabe um dia!"
Bjs
sara maria a 5 de Janeiro de 2010 às 00:05
Olá Sara!
São respostas inseguras/incertas.

Por vezes considero que essas respostas são apropriadas mas, quando a segunda que referes é dita com muita frequencia pela mesma pessoarevela já desinteresse... mas cada situação é uma situação.

Um beijinho e é bom ter-te aqui novamente : )
Caminhando... a 5 de Janeiro de 2010 às 21:02
Boa noite :)

Também recebi esse email e achei a mensagem muito profunda e verdadeira. Acho que reflete algo que muitos de nós nos apercebemos. A humanidade está a caminhar completamente na direcção errada e a procura da felicidade é feita nos lugares errados.
Era bom que todos se apercebessem desta realidade, mas é bom que hajam pessoas, ainda que poucas, que estão despertas para ela.

Tem uma boa noite.
Beijinho
FilipeP a 4 de Janeiro de 2010 às 21:27
Olá amigo Filipe!
É isso. As prioridades estão todas trocadas (daí a minha esscolha do titulo para este post) e quer-se mais e mais materiais. A humanidade está-se a perder e o amor, amizade e altruismo, são valores que já estão a entrar em desuso...
Mas, tal como dizes, é muito bom saber e ter perto pessoas que não pessão de forma unicamente material : )

Beijinho e Boa noite!
Caminhando... a 5 de Janeiro de 2010 às 20:59
Joana, muitas pessoas perdem-se completamente na vida e perdem o que é realmente essencial. Passam pela vida a achar que a viveram muito bem, mas não, perderam muita coisa... Algumas despertam a tempo, outras não, mas as que despertam por certo abrem os olhos e começam a ver que o essencial é as relações com as pessoas, é a relação que temos connosco próprios, é os sentimentos que temos cá dentro e o que fazemos com eles, é o dar e receber, de tudo, mas essencialmente, muito amor!
Bjns
cuidandodemim a 4 de Janeiro de 2010 às 15:41
Olá querida!

É isso. Sabes, acho que é com os pequenos momentos de contemplação, e aqueles em que não estamos a correr querendo apressar tudo, que conseguimos ver o que realmente importa e é essencial. Que vendo bem, é como dizes: relações humanas reciprocas e verdadeiras que, acontecendo, fazem com que ao reflectir, saibamos que de facto aproveitamos o mais importante.
No fundo, são as coisas sem preço que nos fazem realmente Felizes.

Um beijinho muito grande
Caminhando... a 4 de Janeiro de 2010 às 21:12
De vez em quando recebemos uns mails assim, com pensamentos muito sábios sobre o modo como devemos/podemos melhorar as nossas vidas. Por acaso, ainda não conhecia este mas é muito interessante.
Beijinho
daplanicie a 4 de Janeiro de 2010 às 14:38
Olá!
É, por vezes surgem uns mails realmente muito interessantes. Achei este muito bonito e sábio dai ter querido partilhar convosco :)

Beijinhos e que tenhas um Óptimo Ano.
Caminhando... a 4 de Janeiro de 2010 às 21:05
Oi Joana
Comentei, mas não sei se vai ser publicado, somente para te desejar um BOM ANO!
Continua a luta, vais alcançar, mereces!
comunicadoras a 4 de Janeiro de 2010 às 14:11
Foi publicado sim :)

Muito obrigada mais uma vez!

Bjos
Caminhando... a 4 de Janeiro de 2010 às 21:00
Oi Joana!
Que no virar do calendário te traga dias de satisfação, alegria, sonhos a realizar, tudo o que espéras porque não?
A vida é tua pocura e vais ver, que sempre encontras alguma coisa que vais gostar, também tudo tudo....não, depois não haveria aquela lutinha...
Um beijo gránde amiga!
comecardenovopt.blogspot.com a 4 de Janeiro de 2010 às 14:09
Olá amiga Herminia!
Muito Obrigada!

Que este novo Ano seja excepcional para ti!!
Tal como tu, acredito que havendo esforço e vontade acabamos sempre por alcançar algo que gostamos. Se caisse tudo do céu valor nenhum era dado ao que era alcançado.

Um beijo igualmente grande e obrigada pelo teu constante carinho para comigo!
Caminhando... a 4 de Janeiro de 2010 às 20:59
Espero que entres no novo ano da melhor forma possível!
Com expectativas nem grandes nem pequenas, que sejam suficientes para sonhar, mas também para viver feliz e satisfeito com o que se têm!
Beijinhos
MissAna a 4 de Janeiro de 2010 às 10:25
Olá Ana!
Muito Obrigada pelos teus votos!

O mesmo sinceramente te desejo. E tal como dizes, há que sonhar mas tendo sempre os pés bem assentes. E mais do que somente desejar, há que valorizar o que Aqui e Agora temos.

Beijinhos
Caminhando... a 4 de Janeiro de 2010 às 20:54
Joana:
Que bonita mensagem para iniciar um ciclo ;)
"“Um destes dias” temos que arranjar maneira de, juntar estas minhas novas amigas a uma mesa e colocar a conversa em dia.
Vamos colocar essa ideia nos propósitos de Ano Novo?
Abraço grande
Marta M
Marta M a 2 de Janeiro de 2010 às 20:30
Olá amiga Marta!
Fico contente por teres gostado!

Estou inteiramente de acordo contigo :) Vamos então ver se "Um destes dias" é possível juntarmo-nos todas!

Um abraço grande e expectante ;)
Caminhando... a 3 de Janeiro de 2010 às 14:55
"Hoje, apenas hoje
1. Procurarei viver pensando apenas no dia de hoje, sem querer resolver de uma só vez todos os problemas da minha vida.
2. Hoje, apenas hoje, terei o máximo cuidado na minha convivência: afável nas minhas maneiras, a ninguém criticarei, nem pretenderei melhorar, nem corrigir ninguém à força se não a mim mesmo.
3. Hoje, apenas hoje, serei feliz na certeza de que fui criado para a felicidade, não só no outro mundo mas também já neste.
4. Hoje, apenas hoje, adaptar-me-ei às circunstâncias sem pretender que sejam todas as circunstâncias a adaptarem-se aos meus desejos.
5. Hoje, apenas hoje, dedicarei dez minutos do meu tempo a uma boa leitura. Assim como o alimento é necessário para a vida do corpo, assim a boa leitura é necessária para a vida do espírito.
6. Hoje, apenas hoje, farei ao menos uma coisa que me custa fazer; e se me sentir ofendido nos meus sentimentos, procurarei que ninguém o saiba.
7. Hoje, apenas hoje, farei uma boa acção, e não o direi a ninguém.
8. Hoje, apenas hoje, executarei um programa pormenorizado. Talvez não o cumpra perfeitamente, mas ao menos escrevê-lo-ei. E fugirei de dois males: a pressa e a indecisão.
9. Hoje, apenas hoje, acreditarei firmemente - embora as circunstâncias mostrem o contrário - que Deus se ocupa de mim como se não existisse mais ninguém no mundo.
10. Hoje, apenas hoje, não terei qualquer medo. De modo especial não terei medo de apreciar o que é belo e de crer na bondade."
Papa João XXIII
Um abraço de esperança amiga Joana
descobrirafelicidade a 1 de Janeiro de 2010 às 22:22
Obrigada pela partilha de tão bonitas palavras! Vou guardá-las.

Um abraço igualmente esperançoso minha amiga!
Caminhando... a 3 de Janeiro de 2010 às 14:50
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
Online
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Visitas
Free Website Counters