Caminhando...
 
26
Mai 10

 

Ontem, aproveitando o dia livre, fui até Sintra. Vivo no concelho, estando a 10 minutos do coração desta histórica vila.

 

A Natureza enche-me a alma e revigora-me tendo por isso resolvido dar a Volta do Duche. Este caminho é de uma beleza extrema pois, encontramos em ambos os lados da estrada natureza: eucaliptos, pinheiros, acácias, enfim… A meio deste percurso, que é circular, encontramos o Parque da Liberdade.

Em pequena, tantas vezes a minha Mãe lá nos levou mas só ontem, senti que aproveitei e absorvi verdadeiramente toda a beleza deste espaço.

Ao andar pelos caminhos, tocar na árvores, sentar-me nos bancos, sentir o cheiro das plantas, arvores,  os meus olhos ficaram rasos de água. Já não é a primeira vez que me emociono quando estou rodeada pela natureza pois, a sua tamanha beleza deixa-me tão deslumbrada que faz com que sinta até reverência perante ela. Ao estar "dentro" dela, sinto uma sensação de aconchego e de profunda paz.

Partilho convosco algumas fotos, estas tiradas da internet pois as que tirei ainda não passei para o computador:

 

 

Chegada a casa, o sentimento de paz era tão grande que apenas pensei: Muito Obrigada!

 

Ao ler o meu blog, um conhecido perguntou-me porque agradeço tanto e partilho convosco o porquê: Não me canso de agradecer pois, ao faze-lo sinto que estou a valorizar e a não tomar por garantido o que me rodeia o que não me deixaria "ver". As pessoas e toda a restante beleza que me rodeia merecem a minha total atenção e só assim sinto que Vivo e me faz sentido percorrer esta caminhada!

Oi Joana!
Como te compreendo, quantas vezes os olhos vêm , sem ver, quantas vezes se fala por falar!
Passaste na altura certa para poderes apreciar e descansares, os teus olhos viram o que tu talvez nunca tiveste necessidade de ver, é verdade?Creio que foi isso foi uma procura inconciente que te transmitiu paz!
Até breve
Herminia
comunicadoras a 2 de Junho de 2010 às 01:03
Olá Herminia!

Obrigada pela tua sensibilidade!!
Só agora consegui ver pois, consegui-me soltar das amarras que me prendiam e para isso contribuiu o facto de ter conseguido perdoar uma situação que desde cedo sempre me doeu. Ainda dói, mas o perdoar acalmou-me o coração. Estas amarras e dor fizeram com que tivesse uma barreira e não conseguisse ver e sentir genuinamente o que me rodeava. Agora, com o coração em paz, fui a este local e consegui ver e sentir tudo. Mesmo tudo! E tão bom que foi Herminia pois finalmente consigo que os meus olhos olhem, vejam e que o coração sinta!

Um grande beijinho e obrigada novamente.
Olá Joaninha! Vim mais uma vez deixar um beijinho e maravilhar-me com estas imagens. uma vez fiz até um vídeo porque a minha amiga Rosinda dizia que não conhecia e eu fiz um vídeo para ela ver os lugares mais bonitos. Até estava no blog dela dos prémios que lhe tinham oferecido. é sem dúvida um pérola que temos em Portugal tal como outras também belas e viver aí é mágico. Eu quedo-me aqui na Margem Sul com a "minha" serra da Arrábida e o Portinho que não sei se conhece e é uma beleza tb . Um beijinho boa amiga. Tudo de bom com carinho.
Sindarin a 31 de Maio de 2010 às 20:45
Olá Sindarin,

Obrigada pelo beijinho e visita!

É mesmo uma pérola Sintra. A Serra da Arrábida é também uma zona lindissima.

Um beijinho e continuação de boa semana!
Olá Joana
Compreendo bem essa tua admiração e paz que a a natureza te traz. De facto dela que brota a energia mais pura que há no nosso planeta. Especialmente em sitios como Sintra, em que ainda se sente uma certa "energia medieval". Parece que lá toda a natureza foi pouco tocada e por isso nos faz sentir tão bem.
Eu consigo também encontrar esse calor da natureza em outros sitios, como em alguns sitios do Geres, ou em alguns outros parques nacionais. Mas começam a ser escassos.

Fico feliz por teres um sitio assim pertinho de ti que te traz todos esses bons sentimentos. :)

Beijinho grande e um bom inicio de semana
FilipeP a 30 de Maio de 2010 às 23:06
Olá Filipe : )

Como dizes, e sinto igualmente isso também, "é dela que brota a energia mais pura que há no nosso planeta."

Obrigada e, fico muito contente por teres também refugios assim, que te enchem a alma e dão força para continuar!

Um beijinho grande e optima semana! Tudo de bom para ti.
Olá Joaninha! Sintra é uma dos sítios que visito com frequência, as minhas filhas adoram e eu sinto-me aí como em casa no meio da natureza, do passado e do encanto. Muitas vezes já chorei sentada num banco do Castelo ou subindo para o Palácio, por que Deus nos permite momentos tão especiais. Quando visito depois a Quinta Regaleira então estou envolta de sonho e na minha pequenez deixo-me embalar em pura contemplação. è digno de se visitar e ver, é um gosto amá-la e agradecer poder lá estar. Um beijinho muito grande. Feliz Domingo e boa semana.
Sindarin a 30 de Maio de 2010 às 00:06
Olá Sindarin!

Tal como diz a nossa Margarida (Miguxa) temos tanta sorte em ter Paraísos na terra!!

É mesmo um gosto amá-la como dizes Fátima!

Um beijinho e votos de uma optima semana.
Doce Joana,

Passei para te desejar


Image


Beijinho
Margarida
MIGUXA a 28 de Maio de 2010 às 19:15
Olá Margarida!

Muito Obrigada pelo carinho!

Que tenhas uma excelente e enriquecedora semana é o que te desejo!!

Beijinho grande
Joana
Creio que não podemos ser verdadeiramente humanos se não reconhecermos e expressarmos gratidão a tudo e todos aqueles que nos fazem bem. E o impacto da gratidão é imenso na vida das pessoas. E embora pareça simples ser grato pela vida, amá-la como ela se nos oferece, não é. Existe todo um caminho de maturidade, desprendimento, responsabilidade e aceitação. Há uma história que tem circulado na internet e tu deves conhecer, mas que não resisto deixar aqui:
Um velho indiano explicava ao seu neto que em todos nós existem dois lobos que travam uma guerra incessante entre eles. Um representa a cólera, a inveja, o orgulho, o medo, a vergonha. O outro representa a benevolência, a doçura, a gratidão, a esperança, o sorriso, o amor. Inquieto o pequenino perguntou: E qual é o mais forte avô? E o velho indiano respondeu: Aquele que tu alimentares.
Obrigada pela tua gratidão Joana! Tenho a certeza de que é um alimento que nunca te faltará. Um abraço agradecido por seres tão linda
descobrirafelicidade a 28 de Maio de 2010 às 15:04
Querida Teresa,

E há tanto para agradecer já viste? Sinto-me muito feliz por conseguir ver e desfrutar de toda esta beleza. Sinto mesmo!

Conheço esta historia, mas agradeço-te a partilha pois é mesmo bonita.

Um abraço muito forte cheio de carinho e agradecimento para ti !!
Olá, Joana.

Sintra! Conheço, e tenho saudades de tudo aquilo que bem relatas. Quando aí estamos somos invadidos pela simplecidade grandiosa do lugar, da Natureza. Recebe-nos a paz e o colo do verde.

Acredito e compreendo que agora tenhas vivido essa saída e reencontro de outra forma. O tempo fortalece-nos e enriquece-nos os sentidos.

E por que não agradecer? Quando nos sentimos assim, em paz e no aconchego da liberdade, resta-nos simplesmente dizer-lhe "Obrigado!".

Beijinhos,
Um excelente fim-de-semana!
Infinito e Mais Além a 28 de Maio de 2010 às 12:46
Olá amigo João!

Adorei a forma como descreves-te o conforto através das palavras: "colo do verde" e "aconchego da liberdade"! É isso mesmo!!

O tempo fortalece-se de facto os sentidos e só agora, senti que realmente aproveitei este lugar!

E um "Obrigado" nunca é demais!

Obrigada pela presença e palavras João.
Quando temos esses momentos de grande paz e consciência da beleza das coisas, tornamo-nos gratos pelo que nos é dado e com uma alegria imensa no coração... Eu adoro esses momentos.
Bjns
cuidandodemim a 28 de Maio de 2010 às 11:48
Olá : )

E tanto que enchem o coração e a alma estes momentos não é? O conforto sentido é optimo!

Um grande beijinho
Olá Joana

Que bom teres o previlégio de viver tão pertinho de Sintra, uma terra que eu adoro. Em tempos ia aí muitas vezes com os meus alunos e ficava sempre com a vontade de voltar, mas sozinha. Ando há muito para visitar a Quinta da Regaleira, para além de outros recantos fabulosos que existem por aí.
Comprrendi a tua paz, a melhor fonte de energia é e será sempre dada pela natureza, Recebemos dela aquilo que precisamos e com a vantagem de nunca pedir nada em troca.
Também eu me costumo perder por entre montes e vales e até junto ao mar, quando sinto necessidade de encontrar alguma paz.

Bom fim de semana Joana
Beijos
Manu
Existe um Olhar a 28 de Maio de 2010 às 11:36
Olá Manu!

Sinto-me mesmo sortuda por viver tão perto deste lugar, e por isso tento aproveita-lo ao máximo.

A energia que a Natureza emana tem realmente um poder fabuloso e especial.

Um beijo e votos de uma excelente semana para ti : )
:) Sintra é lindo ... agora fiquei com saudades :)

beijocas e bom fim de semana
pingodemel a 28 de Maio de 2010 às 10:32
Olá Joana!

: )

Beijocas também para ti e uma belissima semana!
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
Online
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Visitas
Free Website Counters