Caminhando...
 
13
Nov 10

 

(imagem retirada da internet)

 

“No dia 17 de Dezembro de 1961, na cidade de Niterói, houve um grande incêndio no circo "Gran Circus Norte-Americano" que foi considerado uma das maiores fatalidades em todo o mundo circense. Neste incêndio morreram mais de 500 pessoas, a maioria, crianças.  

Na antevéspera do Natal, seis dias após o acontecimento, José acordou alegando ter ouvido "vozes astrais", segundo as suas próprias palavras, que o mandavam abandonar o mundo material e dedicar-se apenas ao mundo espiritual.  

O Profeta pegou num camião e foi para o local do incêndio. Plantou um jardim e uma horta sobre as cinzas do circo. Aquela foi a sua morada durante quatro anos. Lá, José Datrino incutiu nas pessoas o real sentido das palavras Agradecido e Gentileza. Foi um consolador voluntário, que confortou os familiares das vítimas da tragédia com palavras de bondade. Daquele dia em diante, passou ser chamado "José Agradecido", ou simplesmente "Profeta Gentileza".  

A partir de 1970 percorreu toda a cidade. Era visto em ruas, praças, nas barcas da travessia entre as cidades do Rio de Janeiro e Niterói, e pregava levando palavras de amor, bondade e respeito pelo próximo e pela natureza a todos os que se cruzassem no seu caminho.  

A partir de 1980, escolheu 56 pilares do Viaduto do Caju, numa extensão de aproximadamente 1,5 km. Encheu-os com inscrições em verde e amarelo com a sua crítica e alternativas ao mal-estar da civilização.  

Durante a Eco-92, o Profeta Gentileza colocava-se estrategicamente no lugar por onde passavam os representantes dos povos e incitava-os a viverem a gentileza e a aplicarem gentileza em toda a Terra.

 

"Gentileza gera gentileza" é a frase mais conhecida.”

Fonte: Wikipédia

(com alterações)

 

 

publicado por Caminhando... às 21:00
Joana:
Gentileza, gera, habitualmente, gentileza...
Quero acreditar nisso para não desanimar.
Obrigada pelo reforço nas ideias positivas :)
Há um mimo para ti no meu blog.
Abraço
Marta M
Marta M a 18 de Novembro de 2010 às 21:51
Boa noite,

Acreditemos amiga Marta. Cada vez é mais complicado mas a esperança está sempre de pé ; )

Muito Obrigada pelo mimo que já publiquei com todo o gosto!!

Abraço com carinho
Caminhando... a 26 de Novembro de 2010 às 23:56
Grande coração o desse gentil homem que confrontado com uma tão grande tragédia, se esqueceu de si, pensando apenas na ternura e gentileza que um jardim de flores poderia transmitir aos desafortunados familiares das vítimas.

Custa tão pouco um doce sorriso e traz de volta tão forte recompensa...

Beijinhos com ternura
Tua amiga que te adora
Margarida
MIGUXA a 16 de Novembro de 2010 às 20:03
Olá Margarida!

Ser gentil custa mesmo muito pouco e consegue iluminar quem recebe a gentileza.

Beijinho grande para ti querida Margarida
Caminhando... a 26 de Novembro de 2010 às 23:53
não sabia que existia um dia mundial da gentileza...mas faz todo o sentido que assim seja :)

beijocas
pingodemel a 16 de Novembro de 2010 às 16:50
Olá!

Também não sabia, e depois de me dizerem achei isso mesmo, que faz todo o sentido!!

Beijinhos
Caminhando... a 26 de Novembro de 2010 às 23:51
Joana, concordo inteiramente.
Gentileza gera gentileza!
Beijinhos
geriatriaaminhavida a 15 de Novembro de 2010 às 19:46
: )

Beijinhos e tudo de bom!
Caminhando... a 26 de Novembro de 2010 às 23:51
Joana O Amor tem ao pé de si a gentileza! A GENTILEZA está sempre de mãos dadas com o AMOR! Vivem juntos! A Estória é linda eu desconhecia! Cada um tem a sua missão! Esse Homem descobriu a sua missão! Não somos todos chamados a fazer as mesmas coisas! Cada pessoa tem a sua missão! Há MOMENTOS EM QUE DESCOBRIMOS QUAL É A NOSSA. E isso só cada um é que pode descobrir! PARABÉNS PELO POST! Amo a Gentileza!!
Maria a 14 de Novembro de 2010 às 20:02
Olá Maria!

Obrigada pela presença.
Concordo plenamente quando diz que cada um tem a sua missão. Acredito que cada um de nós pode trazer algo de bom ao mundo, basta tentar perceber o quê e ter sobretudo vontade de trazer algo de bom, o que nem sempre acontece.

Beijinhos
Caminhando... a 26 de Novembro de 2010 às 23:50
Agradeço a partilha desta história que desconhecia.
Gentileza gera gentileza. Sorriso gera sorriso. Tudo tem retorno. Seria bom que aprendessemos que normalmente recebemos o que damos.
Uma boa semana Joana.
Beijinho
Rosinda a 14 de Novembro de 2010 às 18:19
Olá Rosinda,

Seria muito bom que tivessemos a gentileza como valor fundamental. Faz tanta falta e cada vez menos o vemos...

Beijinhos
Caminhando... a 26 de Novembro de 2010 às 23:49
Olá Joana.
Tenho a certeza que és uma jovem que, no seu dia a dia, não só aprecia os pequenos gestos de gentileza, como os proporciona às outras pessoas. Eu também tento não me esquecer que o mais pequeno gesto, como segurar uma porta para o outro entrar, apanhar algo que caiu no chão ou dar lugar nos transportes públicos a uma pessoa mais velha ou mais frágil são pequenos grandes gestos que acabam por nos ser devolvidos em dobro e nos fazem sentir muito melhor com nós mesmos...
Bjns, bom domingo!
cuidandodemim a 14 de Novembro de 2010 às 17:42
Olá,

Tento ser gentil sim, é um dos valores que mais prezo e sigo. São coisas tão simples e que fazem imensa diferença.
Não custa nada sorrir ao outro, dizer bom dia e obrigada ao revisor no comboio, entre outras tantas coisas que nos parecem por vezes sem importancia.
A tua gentileza é notoria. Não te conheço gestos, mas conheço palavras e estas trazem por norma sempre uma dose de gentileza ; )

Beijinhos
Caminhando... a 26 de Novembro de 2010 às 23:25
Mas que história linda, Joana! Vivi muitos anos no Brasil e nunca a conheci. Pena...os factos bons são sempre os menos noticiados e esse homem deveria ser recordado sempre nos meios de comunicação. É claro, talvez as pessoas do Rio e de Niterói o conheçam. Lembro bem desse trágico acidente. Muito obrigada pela gentileza de partilhares essa grandiosa GENTILEZA. Um beijinho e um bom Domingo.
Emília
comunicadoras a 13 de Novembro de 2010 às 23:38
Olá Emilia,

Infelizmente por vezes sao mais noticiadas as más noticias que as boas...

Um beijo grande para ti gentil e amiga Emilia
Caminhando... a 26 de Novembro de 2010 às 23:20
Minha amiga eu tento ser gentil mas por vezes por mais que tentemos não se obtém o resultado desejado. Porque as pessioas tem o coração fechado ou desconfuam de um sorriso de um gesto que não gere mais violência mais atrito. Bonito este post e o que este homem fazia. Eu acho que devemos insistir, teimar sempre pintar paredes, distribuir papéis abrir mentalidades, poruqe amar o outro vale a pena e pintar um sorriso no mundo é o que pode fazer a diferença. Um grande beijinho com muito carinho. Bom domingo amiga.
Deixei um prémio para ti no meu blog Dark Velvet heart, gostava que aceitasses.
FatimaSoares a 13 de Novembro de 2010 às 21:12
Olá Fátima boa noite,

Vale mesmo a pena amar e tratar bem o outro. A Gentileza faz imensa falta e, embora nos dias que correm vermos cada vez mais pessoas frias e distantes, ainda mantenho a esperança de que esta qualidade não se vai perder!

Muito Obrigada pelo prémio que publiquei com muito gosto ; )

Beijinhos
Caminhando... a 26 de Novembro de 2010 às 23:19
Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
Online
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Visitas
Free Website Counters