Caminhando...
 
01
Jun 11

 (imagem retirada da internet)

 

“O nosso maior medo não é que sejamos incapazes.
O nosso maior medo é descobrir que somos muito mais poderosos do que pensamos.
É a nossa luz e não as nossas trevas, aquilo que mais nos assusta.
Procurar ser mediano não vai ajudar em nada o mundo. Não existe nenhum mérito em diminuir os nossos talentos, apenas para que os outros não se sintam inseguros ao nosso lado.
Nascemos para brilhar e essa luz está em todos, não apenas em alguns. Quando deixamos a nossa luz brilhar, inconscientemente damos permissão para que outras pessoas possam também manifestá-la. Assim que nos libertamos do nosso próprio medo, a nossa presença automaticamente liberta outros.”

 

Marianne Williamson

 



Passado tanto tempo, reli o seu post e, mais uma vez, gostaria de agradecer ter partilhado um texto tõ emocionante e motivador. Bem haja. M.F.
mfssantos a 4 de Maio de 2012 às 22:15
Eu é que agradeço a sua presença.

Obrigada,
Joana Ferreira


Tenho lido com prazer alguns dos textos que cita. Parabéns pelas escolhas!
mfssantos a 11 de Junho de 2011 às 18:53
Olá mfssantos,
Obrigada pela presença e simpáticas palavras.

Joana Ferreira
Doce Joana,

Concordo plenamente!!!
Todos temos as nossas potencialidades e sentirmos orgulho nelas é proporcionar a quem nos rodeia um incentivo...Há muito que perdi as inseguranças da adolescência e, nessas idades são tantas...a vida ensinou-me a deixar transparecer os meus sentimentos e a partilha-los com prazer...

Beijinhos ternos
Tua velha amiga que te adora
Margarida
MIGUXA a 2 de Junho de 2011 às 19:43
Olá Margarida amiga,

É isso. E acreditar em nós é também um passo para que consigamos acreditar e potenciar os outros.
Essa tua partilha sincera nota-se e é muitíssimo bonita :)

Beijinho grande e com carinho
Olá Doce Joana!
Lindo como sempre..
o meu maior medo é..ter medo!!

Beijinho enorme
Just Moments a 1 de Junho de 2011 às 23:47
Ena!!! Agora fiquei assim:
Que bom ver-te aqui!! Já tinha montes de saudades!

Ter medo faz parte, mas que por vezes assusta, isso é verdade.

Uma beijoca imensa
Esta visita significa que estás de volta a este mundo? Espero que assim seja pois terei todo o gosto em puder voltar a acompanhar-te.


Com a emoção até dei uma calinada

Desculpa,

*poder e não "puder"
Muito bonito o texto.
Penso que nunca devemos ter medo de nos mostrarmos tal como somos sem nos sentirmos diminuídas ou diferentes, tal como diz o texto, todos temos a nossa luz.
Beijinhos amiga Joana.

Espero que esteja tudo bem.
Rosinda
Rosinda a 1 de Junho de 2011 às 20:55
Olá Rosinda,

Assim é de facto, mas por vezes mostrar essa luz torna-se um pouco difícil, sendo uma das causas a apresentada no texto.

Beijinhos amiga Rosinda e agradeço o cuidado. Está tudo bem sim, espero que por aí também esteja!
Está bem visto. Devemos sempre deixar a nossa luz brilhar, dar o nosso máximo, sem medos nem limites, para que sejamos exemplo para quem vê a nossa luz, para que possam brilhar também.
Bjns brilhantes para ti, Joana!
cuidandodemim a 1 de Junho de 2011 às 20:51
Olá Cuidando de mim,

É isso!

Obrigada e retribuo os beijinhos brilhantes ;)
Olá Joana!

Bonito texto!. De facto não devemos ter medo!. Ter medo é uma manifestação de frustração. Devemos ser nós próprios, com as nossas qualidades e com os nossos defeitos!. Tanto as qualidades como os defeitos são vistos pelos outros de diferentes formas: para uns as qualidades são defeitos e para outros os defeitos são qualidades!... Por isso mesmo, tal como somos, podemos despertar nos outros sensações até então adormecidas!. E, assim nasce o amor, a amizade, a solidariedade ..... !.

Um beijinho

Jcm-pq
jcm-pq a 1 de Junho de 2011 às 19:16
Olá Jcm-pq!
Já tinha saudades de o ler.
Não o vejo dessa forma: "Ter medo é uma manifestação de frustração", pois acredito que o medo tem diversas formas e razões para existir e diferentes maneiras de se manifestar, e estas variam de pessoa para pessoa consoante os acontecimentos pelos quais passa.

Sim, para ser, "sê inteiro". Ao mostrarmos isso, os outros descobrem, tal como diz, sensações adormecidas.

Beijinhos e fiquei muito contente com a sua visita.
Lindo Joana! Às vezes temos medo de mostrar as nossas capacidades, temos medo que os outros nos achem vaidosos e deixamos de brilhar; ao fazer isso estamos implicitamente a incentivar os outros que façam o mesmo. Já tive esse medo...hoje já não o tenho; com o passar dos anos e com a maturidade que esses anos nos dão aprendemos a dar-nos valor e a não ter medo de o mostrar. Joana, durante um mês não me vais ver por aqui, ou melhor, talvez vejas, mas com menos assiduidade. Dia 7 vou visitar os meus pais ao Brasil; eles não veem cá e eu tenho de ir lá; tenho de aproveitar a sorte que a vida me tem dado de ainda os ter cá. Espero que tudo te corra bem e que o teu familiar esteja a recuperar conforme o esperado. Um grande beijinho e... até daqui a um mês.
Emília
comunicadoraspt@hotmail.com a 1 de Junho de 2011 às 18:30
Olá amiga Emília!

Uma das razões é de facto essa.
Já te mandei um mail, mas reforço novamente os meus votos para que corra tudo bem e possas abraçar e passar tempo feliz e sereno com os teus queridos pais.
Muito agradeço o teu cuidado com o meu familiar. Tudo está a caminhar bem e já se vêem grandes mudanças tanto a nível da movimentação dos membros do lado esquerdo (a perna já mexe e o braço começou ontem a mexer!!!) como a nível psicológico. Sabes, situações extremas fazem-nos crescer e amadurecer e o facto de já se ter muita idade não significa que o crescimento deixe de acontecer. Estou a notar no meu familiar uma grande mudança e crescimento interior.

Um grande beijinho e já com saudades,
da tua amiga Joana.
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
28
30
Online
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Visitas
Free Website Counters