Caminhando...
 
04
Nov 08

(imagem retirada da internet)

 

Tenho-te em branco, imagino-te em branco.

Imagino, e pinto-te segundo a maneira como imagino que serás.

Não fiz nenhum esboço teu, pois como o poderei fazer se nunca te visualizei?

 

Em pequena, que falta me fez poder ter conseguido desenhar-te!

Ao invés, pintava outros desenhos, em que cores se sobrepunham a cores,

Originando quadros cheios de cor e vitalidade.

 

Quero pintar-te pela simples razão de ter cores que só a ti estão destinadas.

Como não o posso fazer, usei as "tuas" cores, num desenho que, infelizmente já me voou.

Essas cores fizeram com que surgisse um dos desenhos mais belos que jamais pintei.

 

Tentei obter pelo menos uma informação tua para puder pelo menos um esboço teu efectuar,

Mas em vão, nem sempre a incerteza tem fim!

Triste por não o ter conseguido efectuar? Sim, mas satisfeita por ter tentado!

 

A tentativa vale, por vezes mais, do que a própria descoberta!

publicado por Caminhando... às 20:31
sinto-me:
música: That I Would Be Good - Alanis Morissette

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
mais sobre mim
pesquisar neste blog