Caminhando...
 
24
Out 09

 

(imagem retirada da internet)

 

Tive conhecimento, através de um programa de televisão, de uma história rica em amor, amizade e ternura.

Esta história começou em 1969, quando dois amigos australianos a viver em Londres: John Rendall e Anthony "Ace" Bourke, ao visitarem a loja “Harrods”, encontraram um pequeno leão à venda, no departamento de animais exóticos e comovidos com suas condições e futuro, decidiram comprá-lo.

Rendall, Bourke e as suas namoradas, Jennifer Mary e Unity Jones cuidaram do leão até que ele atingiu um ano de idade. O tamanho cada vez maior de Christian (nome dado ao leão) e o custo para mantê-lo fizeram com que percebessem que não poderiam mantê-lo em Londres por muito tempo.

Com a ajuda de pessoal especializado, foi feito o possível para que Christian fosse para África, tendo sido feita a sua adaptação à vida selvagem na Reserva Nacional de Kora (Quénia).

A adaptação correu bem e, um ano depois, John Rendall e Anthony "Ace" Bourke, já cheios de saudades, decidiram ver como estava o seu antigo companheiro. Ao partilhar o desejo de o rever, foi-lhes dito por um especialista que, o leão não os iria reconhecer e que, poderia até ser perigoso aproximarem-se dele, tendo em conta o ambiente selvagem em que estava inserido. Tendo também peso o facto de o animal ser um Leão adulto…

Mas sucedeu precisamente o contrário.

Contada a história, deixo aqui o vídeo que me deliciou e comoveu:

 

 

Depois de tão delicioso reencontro, Christian lá voltou para a família que construiu.

 

Os animais são de facto fantásticos e, tal como já referi num post anterior, é incrível que estes seres sejam irracionais e consigam mostrar amizade, amor, agradecimento e respeito, parecendo muito mais racionais que seres que de facto o são.

publicado por Caminhando... às 20:40
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
21
22
23
25
27
28
30
31
mais sobre mim
pesquisar neste blog