Caminhando...
 
15
Dez 08

 

(imagem retirada da internet)

 

A vida é feita de momentos e por isso nem sempre é fácil encarara-la com vitalidade, energia e bom humor.

Existem momentos de tristeza, saudade, vazio… Alturas em sentimos que nada valemos e que nada merecemos. Momentos em que o nosso “eu” não é por nós valorizado. Momentos em que as forças escasseiam e nos sentimos à deriva. Alturas de tão grande ansiedade, instabilidade e angústia que acabam por surgir pensamentos irracionais.

Momentos em que o isolamento é a nossa defesa e igualmente nosso inimigo.

Alturas em que o medo de assumir o risco de enfrentar algo, é muitas vezes maior do que nós mesmos, e em que nos sentimos impotentes diante das decepções e contradições da vida. E no meio de tão grande pesar, há uma altura em que sem saber como ou de onde, surge em nós uma força que faz com que coloquemos a opção de: ficarmos parados e fugir das adversidades ou encara-las de frente, vislumbrando-as como novos desafios a serem vencidos.

Esta capacidade que o ser humano tem de resistir à adversidade, utilizando-a como  experiência importante para a conquista dos objectivos e usando-os também para crescer, chama-se: Resiliência.

Esta capacidade permite que continuemos a acreditar nos nossos sonhos e dá-nos a força necessária para ir ao encontro dos nossos objectivos.

Muitos dos nossos objectivos não são conquistados. Muitos dos nossos sonhos permanecem para toda vida como meros desejos. E diante das decepções, temos que optar entre aprender com a experiência ou abrir mão das nossas escolhas.

A Resiliência faz com que encaremos a vida com outros olhos, tirando sempre o que de melhor esta tem. Faz com que tenhamos capacidade interior suficiente para não nos deixarmos apoderar pela tristeza, fazendo com que o acto de sorrir se torne mais sentido e frequente e com que nos apercebamos que a vida tem muito valor e que temos muito valor diante dela.

É importante referir que para se atingir este “estado” não é totalmente sozinhos que o conseguimos. Pedir ajuda é prova de inteligência.

No fundo, esta força interior faz com que pensemos que mesmo quando tudo é vislumbrado em tons de cinzento, existe sempre uma hipótese, uma volta a dar. É importante também referir que cada pessoa leva o seu tempo, e que a tristeza é encarada de diferentes formas.

No meio da tristeza, existe uma altura em que temos consciência do valor que temos perante a vida, sentindo por isso que somos mais fortes que a tristeza e que podemos e conseguimos lutar contra ela.

 

publicado por Caminhando... às 17:50
sinto-me:
Este texto veio ajudar-me um bocadinho....estou com dificuldades em encarar o ultimo ano do meu curso. Estou agora em estágio e parece que nada faz sentido....que tudo o que eu faço parece estar mal! e isso têm-me deixado muito em baixo e com ataques de panico só de pensar que tenho que voltar todos os dias para o estágio. só por meros segundos é que me parece que está tudo bem. Mas depois vejo que nao.
Escrevi este post para que todas as pessoas na minha situação, especialmente os estudantes, saibam que não estam sozinhos...infelizmente existem muitas pessoas assim. Temos que ser fortes....alem de saber que é mais facil falar do que fazer.....neste momento sinto-me mesmo!

Confiem nos vossos amigos e familiares, poies eles são tudo para nós....são aqueles, que mesmo que a vossa vida pareça uma mer**, estão lá e aceitam-nos como nós somos, e dão-nos os mimos e a ajuda que precisamos.

Força pessoal.....por mim falo, temos que ser mais positivos, mm k pareçe muito dificil
Barbosa a 13 de Janeiro de 2010 às 13:31
Olá joana....Deixa-me dar-te os parabens pelo exelente blog que tens aqui. Existe muita partilha de vivências e experiencias de vida, que realmente ajudam a perceber que não estamos sós nos momentos mais dificeis. Não te conheço pessoalmente, mas tenho kaze a certeza que és uma exelente pessoa. Não é qualquer uma que responde a todos, sempre de uma forma meiga e positiva. Espero que a tua vida seja tão brilhante e feliz como li aqui em alguns textos.

E mais uma coisas....Adoro o promenor da musica! realmente, pensas em tudo.

Com desejos de uma vida mt feliz e repleta de coisas boas, muitos beijinhos e uma eterna gratidão
Barbosa a 14 de Janeiro de 2010 às 02:12

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
19
20
21
22
24
25
26
28
29
31
mais sobre mim
pesquisar neste blog