Caminhando...
 
15
Nov 09

(imagem retirada da internet)

 

Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos; que se comova 
quando chamado de amigo
; que saiba conversar de coisas 
simples, de orvalho, de grandes chuvas e de 
recordações da infância.

Precisa-se de um amigo para não enlouquecer, para se contar o 
que se viu de belo ou de triste durante o dia, dos anseios e 
das realizações, dos sonhos e da realidade.

Deve gostar de ruas desertas, de poças de chuva, de caminhos 
molhados, de beira de estrada, do mato depois da chuva e 
de se deitar no capim. Precisa-se de um amigo que 
diga que vale a pena viver, não porque a vida 
é bela, mas porque já se tem um amigo.

Precisa-se de um amigo para se parar de chorar, para não se viver 
debruçado no passado em busca de memórias queridas.
Precisa-se de um amigo que nos bata no ombro,
sorrindo ou chorando, mas que nos 
chame de amigo.

Precisa-se de um amigo que creia em nós.
Precisa-se de um 
amigo para se ter consciência de que ainda se vive.”
 
   

Não conhecia este lindíssimo poema de Vinícius de Moraes que fiquei a adorar e, por ser grandinho, dividi em duas partes.

Acredito que, para se ter um verdadeiro amigo, basta sê-lo. Ser amigo é ter vontade de aprender a descobrir o que há de melhor em nós.

 

Para finalizar: "Sozinhos vamos mais depressa, a dois vamos mais longe"
Podemos ter uma família completa, linda, grande, mas se nos falta os amigos a vida é triste; tenho um filho casado, com dois filhos, o Lucas de 2,5 aninhos e a Eduarda de 4 meses; sempre lhe disse: um casamento não sobrevive sem a convivência com os amigos; tenta manter aqueles teus AMIGOS para que tenhas sempre 2 ou 3 casais com quem conviver, com quem partilhar as dificuldades, com os filhos dos quais um dia os teus possam brincar; se não existir isso, o casamento vira uma monotonia tão grande que fica difícil aguentar; estou casada há 34 anos, com alegrias, desavenças, autênticas guerras às vezes, mas que eu acho naturais num casamento; o que é preciso é saber que isso faz parte de um relacionamento e não desistir às primeiras nem segundas brigas; é preciso muita compreensão e luta de parte a parte; mas é fundamenta ter sempre um grupinho com quem desabafar, com quem trocar experiências, com quem aliviar as tensões do dia a dia. Nunca te esqueças disso, Joana e preserva os Amigos que são sempre poucos, mas que bastam para nos ajudarem a levar a vida. Um beijinho, amiga e que te saibas sempre rodear de amigos sinceros; os outros podem ir para o lixo; não vale a pena nem reciclar.
Emília
comecardenovopt.blogspot.com a 15 de Novembro de 2009 às 21:58

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
16
18
19
21
22
24
25
27
28
29
30
mais sobre mim
pesquisar neste blog