Caminhando...
 
26
Jan 10

(imagem retirada da internet)

 

"No fim tu hás-de ver que as coisas mais leves são as únicas que o vento não conseguiu levar:
- um estribilho antigo;
- um carinho no momento preciso;
- o folhear de um livro de poemas;
- o cheiro que tinha um dia, o próprio vento..."

 

 Mário Quintana

publicado por Caminhando... às 21:38
Doce Joana,

A leve beleza de um rosto de amor...
A suavidade intensa de umas mãos amigas...

Nada..., nem sequer o tempo, as consegue apagar da nossa mente...

Beijinhos ternos
Margarida
MIGUXA a 28 de Janeiro de 2010 às 23:40

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
mais sobre mim
pesquisar neste blog