Caminhando...
 
26
Jan 10

(imagem retirada da internet)

 

"No fim tu hás-de ver que as coisas mais leves são as únicas que o vento não conseguiu levar:
- um estribilho antigo;
- um carinho no momento preciso;
- o folhear de um livro de poemas;
- o cheiro que tinha um dia, o próprio vento..."

 

 Mário Quintana

publicado por Caminhando... às 21:38
Concordo que até podem ser as coisas mais simples que nao conseguimos esquecer e que guardamos com mais significado...Mas também são as coisas mais dolorosas, que nos magoam mais que o vento não consegue levar...Nessas alturas já não são coisas simples, mas coisas gigantescas...
UmPedacinhoDeMiM a 27 de Janeiro de 2010 às 17:34
Olá!
Compreendo o que dizes e existem de facto coisas que por muito forte que seja o vento, elas nunca iram desaparecer.
Neste texto, refiro-me às coisas que temos de estar atentos e receptivos para as ver. Pois se assim não for, teremos o coração somente preenchido com essas coisas pesadas.
São estas coisas leves que,nos conseguem confortar e minimizar a dor provocada pelas coisas pesadas que a vida nos traz.

Um beijinho
Caminhando... a 29 de Janeiro de 2010 às 22:11
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
mais sobre mim
pesquisar neste blog