Caminhando...
 
31
Jan 10

(imagem retirada da internet)

 

“A morte é a curva da estrada,

Morrer é só não ser visto.

Se escuto, eu te oiço a passada

Existir como eu existo.

  

A terra é feita de céu.

A mentira não tem ninho.

Nunca ninguém se perdeu.

Tudo é verdade e caminho.”

 

Fernando Pessoa 

publicado por Caminhando... às 16:25
Joana:
"Nunca ninguém se perdeu"...
É verdade amiga.
Às vezes parece exactamente que nos perdemos, que não há mais estrada, nem alternativas felizes..E no entanto, mais tarde, percebemos que não tínhamos era chegado ainda ao nosso destino.
No fim da história, percebemos que nunca estivémos realmente perdidos..
A questão é sobreviver até lá.
Abraço de bom domingo
Marta M
Marta M a 31 de Janeiro de 2010 às 19:53
Olá Marta amiga!

Bonita a tua interpretação deste poema.
Há fases em que temos realmente de saber sobreviver pois, por muito que se queira, não se consegue Viver a toda a hora. Daí virem os tempos de angustia.

Um abraço caloroso e terno
Caminhando... a 3 de Fevereiro de 2010 às 20:24

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
mais sobre mim
pesquisar neste blog