Caminhando...
 
23
Abr 10

 

 

“Se alguém se banha rapidamente, não deverás dizer: «Não se saiu bem.» Melhor será que digas: «Foi rápido de mais.» Se alguém bebe muito vinho, não deverás dizer: «É um erro.» Melhor será que digas: «Bebeu muito vinho.» Antes de teres apurado a razão que levou alguém a proceder daqueles modos, como podes tu saber, em boa verdade, se alguém procedeu bem ou mal? E só deste jeito, não correrás o risco de te pronunciar sobre situações falsas tendo-as como situações verdadeiras.”


Epicteto, in 'Manual'

 

No meu compromisso matinal, tenho a tarefa de atender o público. Neste tempo, por mim têm passado pessoas com diferentes feitios, maneiras de estar e ser, educações e estados de espírito.

Tenho tido a hipótese de atender pessoas que são uns reais doces de tão meigas e educadas que são e que fazem com que fiquemos com um sorriso tanto no rosto como no coração que dura e conforta durante bastante tempo.

Por outro lado, também atendo pessoas que, mesmo sendo tratadas com respeito e atenção, não correspondem da mesma forma, muito pelo contrário. Há situações que fazem com me sinta mesmo triste por ver um lado tão feio e frio no ser humano.

Muitas vezes são elevadas vozes e iniciadas discussões por razões infantis, parvas e insensíveis. A grande maioria das vezes estas discussões acontecem pelo simples facto de haver pessoas que não se colocam noutro lugar senão o seu.

Tanta discussão, feias palavras e elevações de voz podem ser evitadas se pura e simplesmente se tentar procurar as razões para além do que aparenta ser...

publicado por Caminhando... às 20:52

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
20
21
22
24
25
26
28
29
mais sobre mim
pesquisar neste blog