Caminhando...
 
20
Mai 11

(imagem retirada da internet)
 
Tantas vezes são feitos julgamentos infundados em relação a alguém, sem nunca sequer ter sido trocada uma palavra, ou até um olhar com essa pessoa.  Raras são as vezes em que se procura calçar os sapatos dos outros e perceber a razão de certo comportamento, atitude, o que for. Que injusto é este julgamento precoce, tendo como bases o que parece, ou o que dizem ser... Sinto que se está a deixar de querer conhecer o fundo, pois a superfície já é considerada suficiente e confesso que me entristece bastante ver pessoas da minha geração e de gerações mais maduras, que estudam para ser educadoras, a terem comportamentos deste tipo. Como se ensina e transmite algo que não se pratica?
 
Partilho aqui um vídeo que contem uma mensagem que considero ser muito valiosa.
Olá Joana.
Eramos todos muito mais felizes e saberíamos conviver com os outros muito melhor se não começassemos a julgar as pessoas mal as vissemos, ou muitas vezes, acreditar no que outras pessoas nos dizem de mal sobre elas.
Por outro lado temos de ter em conta que não devemos julgar uma situação sem termos passado por ela, não devemos começar a falar mal de um assunto sem ouvir ambas as partes e acima de tudo não devemos nunca julgar uma pessoa por um comportamento que teve porque nunca sabemos como se sente realmente uma pessoa ou o que a levou a agir de determinado modo, sem ter estado "na sua pele", sem ter passado pelo que ela passou...
Bjns
cuidandodemim a 20 de Maio de 2011 às 18:47
Olá!

Ao ler as tuas palavras só me ocorre dizer: É mesmo isso!
Perde-se tanto ao fazer este julgamento precoce, e é sobretudo muito injusto e até cruel para com o outro...

Beijinhos para ti

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
mais sobre mim
pesquisar neste blog