Caminhando...
 
03
Jul 11

 (imagem retirada da internet)

 

"Sê plenamente o que és, meu caro amigo, e torna-te contagiante. Nem aquém, nem além de ti, senão no teu íntimo mesmo, luz do olhar dos próprios olhos. Tu és isso!

Cada pessoa, o dever que tem na vida é ser plenamente aquilo que é e tornar-se contagiante, não no sentido de converter os outros àquilo que ele é – a tentação de muita gente é essa -, mas de os outros serem exactamente aquilo que são: Eles próprios!"

  Agostinho da Silva

publicado por Caminhando... às 22:14
Joana:
E haverá maior desafio que esse: Sermos nós mesmos?
Ando há anos a tentar :)
Abraço
Marta M
Marta M a 15 de Julho de 2011 às 19:05
Olá Marta!

É um exercício diário sem duvida, que merece que reflictamos e acredito ainda que, para o conseguirmos ser, precisamos de estar em perfeita paz com aquilo que somos, sentimos e a maneira como vivemos.

Continuemos a tentar amiga Marta!

Abraço para ti
Costumo dizer que sou um livro aberto; não consigo não ser eu mesma; às vezes isso causa aborrecimentos, pois nem todos gostam da sinceridade, nem sempre as pessoas autênticas agradam. Não gosto de pessoas politicamente correctas que não dizem o que pensam com receio de desagradarem; é claro que temos que respeitar a opinião dos outros, mas é nosso dever sermos sinceros e , com todo o cuidado, dizermos o que pensamos. Não consigo agir de outra forma. Como vês, Joana, já voltei e cá estou para te acompanhar aqui neste teu cantinho acolhedor. Espero que esteja tudo bem contigo e que o teu familiar esteja a recuperar cada vez mais. Um grande beijinho e até breve
Emília
Anónimo a 14 de Julho de 2011 às 21:00
Querida Emília,

Antes de mais, fico mesmo contente por estares de volta e poder de novo gozar da tua companhia!

Em relação ao texto, sim, devemos ser sinceros sem duvida, mas nem sempre há uma boa aceitação de ideias diferentes por parte dos outros, e aí também entra como dizes, a maneira como se dizem as coisas, que conta muito também. Tal como disse num comentário anterior, navegar contra a corrente é complicado, mas vale a pena quando agimos e vivemos segundo aquilo em que acreditamos.
Uma coisa que acredito é que sendo coerentes connosco, com o mundo e com os outros, é o mais importante.

Um imenso beijinho para ti e muito obrigada pelo teu cuidado. Com o meu familiar tudo vai correndo com alturas um pouco complicadas mas tudo se resolve com calma.

Sê muito bem-vinda
Gostei desta frase :)
Ainda hoje estava a pensar no futuro e em como gostava de fazer aquilo que realmente gosto, que são as terapias alternativas, e os obstáculos para lá chegar. Esse é o mundo que me entusiasma e onde sou que realmente deveria ser.
Sem dúvida que vivendo de uma maneira que nos permita ser feliz a todo o momento tona-se contagiante. Aliás a felicidade dos outros é uma coisa que se sente muito bem.

Beijinho Joana e uma boa semana
FilipeP a 13 de Julho de 2011 às 21:35
Olá Filipe,

Sim, bem sei que é esse o mundo que te fascina. Não é um mundo fácil de entrar e permanecer mas desejo que consigas alcançar esse teu grande objectivo e que consigas fazer aquilo que te fascina e possas por tudo aquilo que és em tudo aquilo que fazes, assim também na parte profissional.

É isso. Quando se está atento ao outro sente-se muito bem como ele está, e a felicidade e o abraço à vida passa para os outros. Esse brilho é contagiante!

Beijinhos para ti e votos de boa semana também.
Concordo, devemos ser nós próprios e não mudar só porque os outros querem.
Embora por vezes essas mudanças sejam necessárias , para nos tornarmos melhores pessoas.
Beijinho
geriatriaaminhavida a 7 de Julho de 2011 às 22:40
Olá!

Sem dúvida que sim, aliás, há que evoluir e tentar ser a melhor pessoa que podemos ser. É importante que nunca deixemos de respeitar os outros e o facto de poderem não acreditar e defender o mesmo que nós, mas com respeito e tolerancia, consegue-se um convivio pacifico e até enriquecedor. Agora mudar para evoluir é nosso dever enquanto seres humanos, isso sem duvida alguma!

Beiijnhos
Doce Joana,

Desde sempre tive uma luta comigo própria, tentar dar a quem me vê o que sou por dentro e por fora, esquecendo um pouco o politicamente correcto, sem omitir as regras da correcção...Nem sempre me dei bem por isso...há sempre quem se sinta menos bem com a franqueza de quem o aborda...daí que não tenha angariado muitos amigos ao longo da vida mas, os que consegui são parte integrante da minha existência...

Beijinhos com carinho
Tua amiga do coração
Margarida
MIGUXA a 6 de Julho de 2011 às 18:52
Olá Margarida,

Cada pessoa tem a sua maneira de ser e estar e os niveis de aceitação também variam muito. Desde que sejas coerente contigo, com o mundo e com outros é o que mais importa não é?

Um beijo grande para ti, e outra coisa: És muito bonita querida Margarida!
Olá Joana!
E sermos nós próprios dá muitos aborrecimentos, sabes que neste mundo de hipocrisia, em que a vida se tornou um jogo, é difícil sermos naturais e puros...
Beijinhos amiga e boa semana.
Rosinda
Rosinda a 4 de Julho de 2011 às 11:00
Olá amiga Rosinda,

De facto por vezes torna-se complicado pois muitas vezes os valores defendidos e a maneira de encarar as situações são muito diferentes, mas mesmo assim, respeitando sempre a opinião dos outros mesmo que não nos faça sentido, acredito que devemos ser coerentes connosco e com o mundo e sermos aquilo que somos. Navegar contra a corrente é complicado, mas vale a pena quando agimos e vivemos segundo aquilo em que acreditamos.

Beijinho grande
Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Online
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Visitas
Free Website Counters