Caminhando...
 
15
Jul 09

(imagem retirada da internet)
 
Recomeça...
Se puderes,
Sem angústia e sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro,
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcançares
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

E, nunca saciado,
Vai colhendo
Ilusões sucessivas no pomar
E vendo
Acordado,
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças.
 
[Miguel Torga, Diário XIII]
05
Jul 09

(imagem retirada da internet)

 

"Desaprender para aprender. Apagar para escrever em cima.
Houve um tempo em que eu pensava que, para isso, seria preciso nascer de novo, mas hoje sei que é possivel renascer várias vezes nesta mesma vida. Basta desaprender o receio de mudar"

Martha Medeiros

 

Mudar é complicado pois, implica que deixemos aquilo a que estamos habituados para trilhar caminhos e até mesmo lidar com sentimentos e situações que desconhecemos.

Mas, se para evoluir, crescer, amadurecer e ser Feliz, for necessária uma mudança, não valerá a pena?

publicado por Caminhando... às 17:45
sinto-me: ligeiramente bronzeada!
25
Jun 09

(imagem retirada da internet)

 

De vez em quando, gosto de “mergulhar” na Natureza e usufruir de toda a paz que esta me transmite.
Ontem, apeteceu-me, e andei de baloiço! Tendo como companhia uma ternurinha de 3 anos que lá estava também, andei durante um bom bocado.
Tanto que gosto de sentir o vento a embater-me no rosto e sentir-me livre, em paz. Ao faze-lo deu-me para reflectir. Fiz como que um balanço da minha ainda curta estadia aqui. Viajei e visitei lugares da memória, sorri ao lembrar momentos felizes e reflecti ao relembrar momentos menos felizes.
Ao fazer esta viagem cheguei à conclusão de que, tudo o que foi vivido me fez crescer e amadurecer pois,  na maioria das coisas que sucederam, consegui e tentei sempre tirar uma lição, reter alguma coisa, crescer um pouco mais.
No fundo, sinto-me feliz pelas vivências, momentos e etapas pelas quais passei. Feliz por ter aprendido a sorrir, a gargalhar, a abraçar e a beijar. Feliz por estar aqui.
Ainda tenho muito para descobrir, para vivenciar, mas, tão bom que é sentir que estes meus anos de vida fizeram/fazem sentido. Sentir que houve uma evolução, um crescimento.
Quero aproveitar este bem tão precioso que é a vida e fazer com esta faça sentido. Irei formar-me, e seguirei (se tudo correr bem) um caminho nesse mesmo sentido. Recuso-me a estar cá, só por estar. Tenho necessidade de ter um objectivo, uma finalidade!
 Farei por ser o melhor que posso ser, e para consegui-lo, basta fazer o melhor que posso e que sei!
 
A minha querida amiga Just moments enviou-me um abraço, o qual agradeço e retribuo! Um daqueles abraços bem apertadinhos para ti
 
 
 
Para todos vocês que me acompanham e tão boa companhia me fazem, envio este abraço cheio de ternura!
Obrigada por todos os sorrisos que me proporcionam!
06
Jun 09

(imagem retirada da internet)

 

“O fim duma viagem é apenas o começo doutra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na Primavera o que se vira no Verão, ver de dia o que se viu de noite, com sol onde primeiramente caía chuva, ver a seara verde, o fruto maduro, a pedra que mudou de lugar, a sombra que aqui não estava.”

 

José Saramago

 

As amigas Miguxa e TigerKaty mimaram-me, oferecendo-me este prémio:
 
 
Muitíssimo Obrigada!!
 
O desafio consiste em:
Colocar o selo no blog
Divulgar as regras
Confessar cinco coisas que gosto de fazer
Indicar 10 blogs a quem se envia o convite
Informar cada um dos blogs 
 
Enunciando cinco coisas que gosto de fazer:
- Estar com quem mais gosto
- Praticar desporto
- Ouvir música
- Ler
- Apreciar e estar em contacto com a Natureza
 
Muitos são os blogs que adoro visitar e, mesmo sabendo que alguns dos que vou enunciar já o receberam, mimo nunca é demais
 
- Um breve olhar
Azul do céu

- Mafalda

- Cuidando de mim

- Estupefacta

- Começar de novo

- MissAna

- Just moments - com um beijinho implicito (espero que o Até Já não se prolongue por muito tempo)

 

Retribuo o prémio à Miguxa  e Sheila! Já se tornou num hábito passar pelos vossos cantinhos

 

publicado por Caminhando... às 23:06
27
Mai 09

(imagem retirada da internet)

 

Cheguei a uma fase em que se aproxima o fecho de um ciclo e a abertura de outro.

Este ciclo que dentro de pouco tempo se fechará foi extremamente enriquecedor. Novos horizontes se abriram, medos se perderam, escolhas se fizeram e metas outrora longínquas foram alcançadas.

Bons tempos foram passados e boas memórias para sempre ficarão.

É tempo da travessia, tempo de avançar, no fundo de crescer. Tempo de adquirir mais e maior responsabilidade e usufruir de liberdade a outros e amplos níveis.

 

Penso que o melhor de se dizer adeus a algo é ter a consciência de que o tempo foi aproveitado, nada ficou por dizer e sobretudo, nenhum agradecimento ficou por fazer e mérito por reconhecer.

Direi, por isso, Adeus de coração confortado, agradecido e feliz!

 

publicado por Caminhando... às 19:00
24
Abr 09

(imagem retirada da internet)

 

Hoje, ao vir para casa, apanhei como habitualemnte o comboio. Ao sair da estação ferroviária, ouço gritos, e ao aperceber-me de onde estes vinham, vi uma Sra estendida no chão, com dois rapazes em cima. Achei estranhissimo e acelarei o passo. Instantes depois, ouço a Sra gritar “Socorro, ladrões” e vejo dois rapazes (novissimos) com um ar assustado a correrem na minha direcção. Ao aperceber-me que eram estes os ladrões, e a razão para o desespero da tal Sra, tenho como primeira e instintiva reacção, esticar os dois braços tentando pará-los, tendo em conta que, estes, passaram mesmo junto a mim, e a grande velocidade. O que me impediu de o fazer, foi o facto de estarem ambos armados com facas, estando um, numa optima posição para me atingir.

Quando olhei para trás, vi os rapazes a correrem de forma maluca, tendo sido o mais incrivel, o facto de que, mesmo sabendo, pois  já se tinham apecebido do que se estava a passar, as pessoas que estavam atrás de mim, tiveram como reacção, olhar para os rapazes e continuar a seguir o seu caminho.

Uma das situações que mais me chateou foi o facto de estarem dois homemzarrões (perdoem-me, mas tinham realmente um bruto fisico), imediatamente atrás de mim, e terem, com toda a calma, olhado para os rapazes e para a Sra., rido e seguido os seus caminhos.

 

Compreendo perfeitamente que uma pessoa sózinha não é capaz de dar conta de duas pessoas armadas, mas era assim tão complicado mostrarem um pouco de mais consideração pela pessoa lesada?

 

Entristece-me muitissimo ver a falta de entre ajuda, de solidariedade e, sobretudo de respeito entre as pessoas.

Será assim tão complicado fazer algo pelo próximo?

Será assim tão complicado perceber que não vivemos sozinhos e que só ajudando-nos uns aos outros é que poderemos viver da melhor forma?

Não temos de ser Madres Teresas, nem andar constantemente de mão estendida oferecendo ajuda, mas talvez  mostrando mais respeito pelo outro, houvesse um mundo mais calmo, e sem dúvida mais pacifico.

 

Falando de coisas mais animadoras, fui mimada pela amiga Um mel doce  e Mafalda com este prémio:

 

 

 

E novamente pela amiga Mafalda e pela amiga  TigerKaty com estes dois prémios:

 

 

Muito Obrigada

 

Vou então atribui-los aos seguintes blogs:

Um breve olhar

- Miguxa
- Estupefacta
- Azul do Céu
- Sonhando aos quarenta

Blogando-me

 

publicado por Caminhando... às 21:14
21
Jan 09

 

(imagem retirada da internet)

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas...
Que já têm a forma do nosso corpo...
E esquecer os nossos caminhos que nos levam sempre aos
mesmos lugares...

É o tempo da travessia...
E se não ousarmos fazê-la...
Teremos ficado... para sempre...
À margem de nós mesmos...

Fernando Pessoa 

 

publicado por Caminhando... às 20:41
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
mais sobre mim
pesquisar neste blog